Notícias

#PORTONÃO II

9.-Frutos-do-Mar-Grosso-III-portonão-R-250001

Um resto de tinta muitas vezes vem a calhar. Esta criatura foi fruto de um pano sujo de tinta esfregado num papel. Ficou anos guardada, aguardando um olhar. Um dia então, recebeu atenção. E manifestou-se assim, iracunda, toda raiva, despejando-se sobre nossa cupidez. Acrílica guache e pastel – 21 x 30 cm – R$ 300,00. Disponível para aquisição (com 20% de desconto para apoiadores das Crônicas da Paisagem).

10.-Frutos-do-Mar-Grosso-IV-portonão-R-30000

Ainda que isso seja um desejo incofessável, devemos considerar que não somos de jeito nenhum, onipresentes. Então, como dizer com certeza o que exatamente se move na ausência de nosso olhar? Café, aquarela e lápis de cor sobre papel – 21 x 30 cm – R$ 300,00. Disponível para aquisição (com 20% de desconto para apoiadores das Crônicas da Paisagem).

11.-O-Deva-da-ilha-portonão-R-300001

Talvez seja apenas uma resposta ao sentimento de impotência diante da destruição dos ecossistemas, mas gosto de imaginar que cada lugar tem um ente que o protege. No caso dessa imagem, um protetor da Ilha dos Lobos. Um deva. Um deva é mais do que algo palpável. Trata-se de uma energia., umaa espécie de existência que foge a qualquer tentativa de mensuração. Por isso apenas me limito a imaginá-lo, sabendo o quanto a imaginação é volátil. Esta obra tinha outra finalidade. Era no início, apenas um estudo em grafite para uma demanda externa. Com  o tempo recebeu camadas de significação com a adição do guache. Grafite e guache sobre papel – 21 x 30 cm – R$ 300,00. Disponível para aquisição (com 20% de desconto para apoiadores das Crônicas da Paisagem).

12.-Desmemória-portonão-R-30000

Que todos passaremos é tácito. Não há negociação possível para isso. O máximo que podemos fazer a esse respeito é respeitar o seu princípio. Com isso será possível descansar em paz, e o melhor disso: enquanto  ainda estivermos aqui. Essa pequena obra é uma reflexão a respeito de nossa transitoriedade e do nosso despreparo para lidar com ela. Passaremos. E depois, algo sempre permanecerá. Sereno. Como antes. Aquarela e guache sobre papel – 21 x 30 cm – R$ 300,00. Disponível para aquisição (com 20% de desconto para apoiadores das Crônicas da Paisagem).

Deixe um comentário