Notícias

ANIMÁLIA22

07.-portonão-Frutos-do-Mar-Grosso-1O-Mar-Grosso-I

‘ANIMÁLIA’ é um chamado. É um convite à reflexão e um alerta. Utilizando os elementos do desenho e da pintura, procurei nesta exposição, representar a dimensão animal de nossa existência, tanto no que concerne ao nosso próprio organismo, quanto no que diz respeito à predominância da vida que se move à nossa volta Os animais são como mediadores entre o mundo selvagem, irascível e indomável, e a nossa percepção. Através deles entendemos como a natureza é uma obra rica em exemplos de estratégias de sobrevivência que se equilibram. Mas sempre temporariamente, sempre dinamicamente.

08.-portonão-Frutos-do-Mar-Grosso-II

Em ‘ANIMÁLIA’ não vivem apenas os animais palpáveis, mas também as especulações, os monstros, os aliados, os mensageiros e os presságios. Enfim, os elementos que são parte indissociável de nossa própria estrutura psíquica. O simbolismo que estas múltiplas e incessantes imagens evocam, são essenciais para que possamos tornar nossa vida menos ameaçadora, e de certa forma mais poética. Porque mesmo que essa poesia se manifeste de forma difícil e por vezes pouco bela, é uma antecipação do que a vida, por vezes nos joga no colo na forma de surpresas.

Imagens: ”Os Frutos do Mar Grosso” I e II, da série #portonão. Aquarela e pastel seco sobre papel (Jorge Herrmann – 2021).

Deixe um comentário